24
Sáb, Jul

destaques
Typography
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

Sobre horas debruçaram-se

Hostes do espaço estacionadas

Nos ombros Atlas

Das sacras fontes das mãos de Deus engendradas

Horas são martírios dos homens

Passam, levam-nos aos cães

Trazem as cãs (e o trânsito)

Deixam rastro sujo dos anos

Deus criou o tempo cárcere do espírito

Navalha (oca) infinita, rato rocambolesco

Arado incomensurável, trator incontido

Aparato de desespero, foice imortal sedenta

Coivara vândala lâmina certeira impiedosa

Para revolver o rosto do homem

Com soberba perícia retalha-lo

Contra todas as cosméticas

Reduzi-lo a náusea

Pó, lodo

Nada.

Murilo Gun

 
Advertisement

REVISTAS E JORNAIS