20
Qui, Jan

destaques
Typography
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

Yolanda Cavalcanti, como a chamou Vital Corrêa de Araújo, é a Paladina do amor.

Sem amor a vida é erma.

Coração deserto se desvanece,

petrifica, e a alma padece.

Se Deus nos deu o Amor

o Amor é parte do divino

é o próprio Deus recolhido

ao devoto ou não.

A comunhão dos corpos

comungada à comunhão das almas o Amor.

 

Acredito que só os que

amam entendem e definem

o amor.

 

Amar, e ser ou não amado, é a

melhor tarefa que Deus concedeu.

Sem AMOR, homem é ermo

a vida, pobre, independentemente de

quanto tenhamos no frio cofre pecúlios da alma.

Enfim, pregar o amor é uma

forma de vivê-lo, como

esquecer o ódio é um modo

de ser humano.

 

Murilo Gun

 
Advertisement

REVISTAS E JORNAIS