29
Qua, Jun

destaques
Typography
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

Solta o verso, poeta. Abandone o ábaco.

Apague o charme. dissolva a fama.

Disperse o ego na multidão do id.

Pois é de pensamento e pensamento

que se faz má poesia.

A revolução poética (a sua) se faz

pela forma, nunca por conteúdo.

Pois a poesia não está na mensagem, mas

na forma dessa mensagem.

Ò prosaíscos, poetas, basta!

O prosaísmo mata.

Sou tão infinito

que pareço labirinto, rima... e é poesia.

A palavra poética diz

tudo o que leitor queira ouvir: o vazio é.

 

Nota vital: complexa deve ser a forma, nunca o conteúdo do poema Jamais.

Murilo Gun

 
Advertisement

REVISTAS E JORNAIS