24
Sáb, Jul

destaques
Typography
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

Cactos cantos

Secosáridos

Dos sertanejos

Poemas e cardos

Espinhos e litígios,

Agruras,

Dedos acúleos,

Olhos sem fim,

Como a planície morta

Secas, cismas,

Perdidão:

Sertão

Raízes de ruinas

Futuro de graveto,

As chamas do presente,

Antes de tudo, a fome

A fome,

Depois a fome,

A fome

Antes,

A dor de cada dia,

A lágrima, a alegria

É seca a face

O céu é seco,

É seco o rio,

O rumo é seco,

É seca a sina

E a cacimba

Que também deixou de chorar.

Murilo Gun

Inscreva-se através do nosso serviço de assinatura de e-mail gratuito para receber notificações quando novas informações estiverem disponíveis.
 
Advertisement

REVISTAS E JORNAIS