13
Sáb, Ago

destaques
Typography
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

Consecusão de um indesejo

Realizado de involuntariedade.

Não ver poema com sentimento

para sentir. Mas sentir para ver.

 

Nunca reproduza no poema a ideia

apresente-a. Pois poema se faz com palavras

irrepresentáveis.

 

Não olhe nem conte o poema.

Isso é, não ouça a leitura dos lábios

da mente. Mas sinta-o nesta.

 

Nunca no coração, velha bomba

meio que automática. Repetitivo

como poema comum. Etc.

 

Fuja do convencional sempre

desesperadamente ou não.

De todo convencional

De todo o convencional.

Que seja. Eis o poema como.

 

Murilo Gun

Inscreva-se através do nosso serviço de assinatura de e-mail gratuito para receber notificações quando novas informações estiverem disponíveis.
 
Advertisement

REVISTAS E JORNAIS