destaques
Typography
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

Nas margens das horas

debruçada sobre amêndoas

a sombra dos gasômetro se estende

sobre os últimos hexágonos da água

tomba sobre os tardios polígonos da tarde

ao pé do crepúsculo se espalha

murmúrio de mármore

e relógios sós expõem

aos passantes suas catracas secretas e úmidas

(seus sinos inescrutáveis

caudalosos e miúdos, abomináveis).

 

Se estende sobre o rosto da noite

se debruça sobre a textura da palavra âmbar

a sombra do gasômetro.

 

 Sedes desertas recolho

a meu odre de sombras saciadas

a minha bacia de deslembranças insanáveis

 

desejos de água e de gumes agudos herdei

demolidos anelos, sombras de domingos herdei

 

 oásis bebi de teus olhos esquerdos

esbeltos e anoitecidos que herdei

 

retirei sede da boca dos poetas

dos olhos estrelas carnívoras.

 

Murilo Gun

Inscreva-se através do nosso serviço de assinatura de e-mail gratuito para receber notificações quando novas informações estiverem disponíveis.
 

REVISTAS E JORNAIS