29
Qua, Jun

Artigos
Typography
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

Luz é Vida. É a manifestação perfeita da vida. Os olhos ensinam-nos constantemente que só pela luz é que conseguimos conhecer de longe as coisas.

Tocamos tudo ao redor com a visão. E sempre é a luz que orienta e dá alenta à vida. Precisamos de toda a luz, para a sobrevivência: do sol, do fogo, das estrelas, da lua, da lâmpada, todas que possam refletir imagens em nossos olhos.

 

Há outra luz, contudo, que não se apaga. E não é obstaculizada ou não permite sombra. Mesmo atrás de um corpo opaco. Transcende e deixa tudo lúcido. É a luz da alma, que, embora possa ser comparada, é diferente da luz dos olhos. Luz plena e que dá asas à alma, para viajar em seu esplendor. Resplender a própria luz.

O escritor Victor Hugo escreveu este engenhoso pensamento: “A sombra é sempre escura, até mesmo a dos cisnes”. O cisne tem, é certo, a brancura superficial em suas penas, mas não tem luz própria. E, apesar do branco, não dá trânsito à luz, e projeta a sombra.

A conclusão do pensamento do escritor é que a luz exterior, mesmo sobre a alma, é sempre perseguida pela sombra. A luz verdadeira, a do adiantamento espiritual, faz a alma se espelhar em tudo. E, pelo seu alcance, nunca é interceptada pela sombra.

Desejar esta luz maior deve ser meta de todos nós, criaturas de Deus. Fazer o bem e aperfeiçoar-se. Ser.

{jcomments on}

Murilo Gun

Inscreva-se através do nosso serviço de assinatura de e-mail gratuito para receber notificações quando novas informações estiverem disponíveis.
 
Advertisement

REVISTAS E JORNAIS