Diversos
Typography
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

Cláudio Veras

A ideia de que poema é harmonia, identidade calma, unidade prima é uma droga. Poema é todo, qualquer e nenhum lugar. Poema é antitempo. É não-lugar também. É salto hermenêutico. Quântico-alquímico. Algo sem continuidade prima incoerente ao máximo. Sem mínima regularidade. De ritmo selvagem. Sem nada, nada daquilo que leitor (brasileiro) goste.

 

 

 

Murilo Gun

Inscreva-se através do nosso serviço de assinatura de e-mail gratuito para receber notificações quando novas informações estiverem disponíveis.
 

REVISTAS E JORNAIS