08
Seg, Ago

Poemas
Typography
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

Aquele vale fértil cimitarra de terras lavradas

agricolizadas e úmidas cortando o desalento

do desolado sertão

presente de Deus e São Francisco à caatinga

braba que a dessardenta de água levada

em corrente crescente de ruas e caminhos nacionais

ao mar do mundo, veia imensa, vida.

 

Rebanhos no cheiro da água iam

interiorizando o homem

ribeiras de rios povoando

casebres e choupanas implantando

caudalosos bois abandonam praias e margens litorâneas

e hinterlandeiam-se numerosos

ficando só os necessários ao manejo

dos trapiches dos engenhos

boiadas abrem estradas e caminhos definitivos

no imo do Brasil

 

outros muitos demandavam

sertões do São Francisco

e seus afluentes, nascentes a nascentes, de vale em vale.

{jcomments on}

Murilo Gun

Inscreva-se através do nosso serviço de assinatura de e-mail gratuito para receber notificações quando novas informações estiverem disponíveis.
 
Advertisement

REVISTAS E JORNAIS