09
Dom, Maio

Tudo é e nada é. Heráclito

O inferno são os outros. Sartre

O nada é tudo que eu tenho. V.

Tudo é ilusão e a ilusão é uma ilusão.  Fernando Pessoa

Leia mais...

Por que no Brasil as formas poéticas se eternizam como se a eternidade fosse fácil, ou mesmo brasileira? Aqui, nesse solo gentil, a poesia se deita esplêndida e terminal. Nesse rincão estranho, as formas da poesia se evadem, não se enquadram na lei geral (orgânica e mineral) da decadência ou do desgaste (das formas) pelo ato do tempo, esse senhor – se não tão ágil, imperdoável.

 

Leia mais...

Murilo Gun

Inscreva-se através do nosso serviço de assinatura de e-mail gratuito para receber notificações quando novas informações estiverem disponíveis.
 

REVISTAS E JORNAIS