28
Dom, Nov

Cláudio Veras

Há décadas persigo a trajetória de Vital Corrêa de Araújo, em especial, no rastro dos livros Só às Paredes Confesso e Palpo a Quimera e o Tremor,

Leia mais...

O que seduzia Valéry em Mallarmé era a insensatez deste em poesia. Em 1885, Mallarmé em carta a Verlaine (amante de Rimbaud) disse: “sempre sonhei e busquei outra coisa (em poesia),

Leia mais...

O incansável e depravado ditador da Líbia, o Sr. Muamar el Gadafi (abrasileirado para Cadafi), que submeteu o bravo e probo povo líbio por mais de 40 anos, governava

Leia mais...

Sthéfane Mallarmé, um dos fundadores da modernidade poética, se obstinha em não agradar aos leitores mais sensíveis, viciados no facilitário da compreensão. Exigia pois, do seu qualificado (e bastante inumeroso) leitor, suor compreensivo.

Leia mais...

Viver é olhar uma flor. Com êxtase. E suficiente ardor. Viver para contemplar o néctar (que alimenta o pássaro e a alma).

Leia mais...

Fazer poesia sem nada mais que a ideia de poesia é o propósito (único) da poesia não impura. Constitui o desiderato deste (e de alguns outros poucos) poeta hoje. Não sei amanhã, mas o era ontem.

Leia mais...

A grande repercussão mundial da filosofia e atração sócio-literária de Zizek provêm do fato de seu pensamento, prático e altamente epistemológico fundamentado, ilustrar

Leia mais...

Mais Artigos...

Murilo Gun

Inscreva-se através do nosso serviço de assinatura de e-mail gratuito para receber notificações quando novas informações estiverem disponíveis.
 
Advertisement

REVISTAS E JORNAIS